Comunistas.info
Comunistas.info
Comunistas.info
INSCRI«√ONEWSLETTERLINKSCONTACTOS.
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
ACTUALIDADE NACIONAL
28 DE SETEMBRO DE 2012, SEXTA FEIRA

Ver mais
23 DE SETEMBRO DE 2012, DOMINGO
Nota editorial da NewsLetter de Setembro de 2012
Desta vez a newsletter da Renova√ß√£o Comunista sai na esteira de uma grande afirma√ß√£o popular. Mesmo sem que uma alternativa veros√≠mil possa estar desenhada, a onda popular n√£o p√īde ser contida e desaguou em grandes momentos de afirma√ß√£o na rua. E mais do que isso, alcan√ßou um objectivo concreto: fez recuar a TSU, uma medida que visava n√£o apenas um novo patamar da ofensiva neoliberal para for√ßar o seu programa econ√≥mico, mas foi sentida instintivamente como uma desloca√ß√£o das rela√ß√Ķes de classe a desfavor do trabalho.

Ver mais
22 DE SETEMBRO DE 2012, S√ĀBADO
Cipriano Justo
No curto prazo de uma semana este Governo ficou rodeado de inimigos por todos os lados menos por um, a porta de sa√≠da, o √ļnico caminho amigo que ainda lhe sobra para sair pelo seu pr√≥prio p√©. O caos n√£o √© o Governo demitir-se, ou ser demitido, o caos est√° instalado na vida dos portugueses e as reac√ß√Ķes √†s medidas anunciadas a 7 e 11 de Setembro s√≥ vieram revelar a intensidade da ira que se foi acumulando desde que teve in√≠cio a aplica√ß√£o das medidas de austeridade. No 15 de Setembro, em todas as pra√ßas do pa√≠s, o que vinha dividindo o Governo dos portugueses sofreu tal fractura que ficou exposto em toda a sua crueza o osso do problema: √© preciso que tudo mude para que a democracia continue a ser o melhor dos sistemas.

Ver mais
21 DE SETEMBRO DE 2012, SEXTA FEIRA
Paulo Fidalgo
Depois de meses de lenta acumula√ß√£o de tens√Ķes e protesto, a resposta popular aumentou subitamente de intensidade em ac√ß√Ķes de grande envergadura e ofensiva mais generalizada. Durante algumas semanas avali√°mos a situa√ß√£o como estando marcada de tal maneira pela falta de perspectivas pol√≠ticas √† esquerda que a aus√™ncia de converg√™ncia estava a tornar- se em factor de travagem da resposta popular e de certa maneira a ajudar √† sobreviv√™ncia e impunidade da maioria de direita.