Comunistas.info
Comunistas.info
Comunistas.info
INSCRIÇÃONEWSLETTERLINKSCONTACTOS.
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
ACTUALIDADE NACIONAL
Ver mais
10 DE JULHO DE 2011, DOMINGO
Nota editorial da NewsLetter de Julho de 2011
A newsletter de Julho é publicada no rescaldo das eleições de 5 de Junho, com o governo PSD/CDS já em funções e a ir aos bolsos dos portugueses enquanto não se desvanece o doce aroma da vitória. Um conhecido apologista do programa da direita, Rui Moreira, presidente da Associação Comercial do Porto, resumiu recentemente os argumentos que vão ser arremessados sempre que for ultrapassada a fronteira das medidas do memorando de entendimento: “é apenas consequência da incompetência e da mentira acumulada", leia-se do XVIII governo. Portanto, nada de novo sempre que um novo governo inicia funções – há sempre um conjunto de medidas inconvenientes que são mantidas ao abrigo dos ouvidos dos eleitores enquanto não estão assegurados os resultados eleitorais que as vão fazer desabrochar.

09 DE JULHO DE 2011, SÁBADO
A Renovação Comunista avaliou na reunião do seu Conselho Nacional de 25-06-11 a evolução do debate à esquerda sobre as consequências da vitória eleitoral da direita. Considerou que a posse do governo da maioria da direita confirma para já todas a previsões quanto a um programa abertamente liberal para a saída da crise o qual supera negativamente o próprio memorando subscrito com a Troika. Para a esquerda o tempo é de reforçar a luta social contra o programa radical da direita e afirmar o conjunto de propostas que permitam efectivamente responder à crise.

Ver mais
08 DE JULHO DE 2011, SEXTA FEIRA
Cipriano Justo
Os argumentos já vinham de trás e foram-se acumulando e agravando até ao discurso de tomada de posse de Cavaco Silva. Nessa tarde foi dado o sinal para a direita pôr em execução o plano de derrube do governo na primeira oportunidade. Ela surgiu quando, duas semanas depois, a 23 de Março, o primeiro-ministro decidiu levar a votos o PEC 4 e os partidos da oposição decidiram votar favoravelmente um projecto de resolução que o rejeitava. Sem votos contra nem abstenções, toda a oposição, da direita à esquerda, levantou-se em uníssono para se ver livre daquele conjunto de medidas e, pour cause, provocar eleições antecipadas.

07 DE JULHO DE 2011, QUINTA FEIRA
Paulo Fidalgo
Travar e derrotar o projecto de revisão constitucional da direita é da maior importância no momento. Trata-se de defender as condições para relançar a economia e poder construir uma sociedade mais coesa e solidária. Mas, para além das condições jurídicas para o desenvolvimento democrático, o que estará em causa é ganhar a consciência da opinião pública e alcançar uma convergência apesar do quadro de grandes diferenças entre as forças de esquerda.

Ver mais
06 DE JULHO DE 2011, QUARTA-FEIRA
Paulo Fidalgo
Os perigos da presente situação portuguesa levam Boaventura de Sousa Santos a empreender uma vasta discussão dos nossos problemas desde a expansão marítima, à crise do Mapa Cor de Rosa, ao 25de Abril e à integração na União Europeia. E diz-nos como não consolidámos em nenhum desses momentos um projecto de superação das nossas dificuldades.