Comunistas.info
Comunistas.info
Comunistas.info
INSCRI«√ONEWSLETTERLINKSCONTACTOS.
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
ACTUALIDADE NACIONAL
Ver mais
26 DE SETEMBRO DE 2008, SEXTA FEIRA
Jorge Nascimento Fernandes
Tanto para as Teses que a Direc√ß√£o do PCP ir√° apresentar no XVIII Congresso daquele Partido, como para os autores de um livro recentemente publicado pela Edi√ß√Ķes Avante! a queda da Uni√£o Sovi√©tica deve-se √† trai√ß√£o dos seus dirigentes. Neste livro defende-se que desde a subida de Khruchov ao poder que uma linha de direita vinha progressivamente tomando conta do Partido. Jorge Nascimento Fernandes analisa em Opini√£o a entrevista que aqueles autores deram ao Avante!

Ver mais
17 DE SETEMBRO DE 2008, QUARTA-FEIRA
FONTE: Texto publicado no n¬ļ4 da revista V√≠rus
POR: Jo√£o Semedo
"Uma estrat√©gia partilhada e um programa pol√≠tico comum para afirmar e construir √† esquerda do PS uma alternativa pol√≠tica ‚Äď √© por aqui que devem seguir o Bloco e os socialistas que n√£o se reconhecem nesta caricatura da esquerda em que se tornou a direc√ß√£o do PS. Tanto para o combate pol√≠tico de todos os dias como para o tempo eleitoral que a√≠ vem. "

Ver mais
13 DE SETEMBRO DE 2008, S√ĀBADO
FONTE: O P√ļblico
POR: Cipriano Justo
"√Ā esquerda do PS a hip√≥tese experimental encontra na actual conjuntura o melhor terreno para ser testada. Um polo de converg√™ncias neste campo representa mais do que a soma das partes. O efeito de aura que essa converg√™ncia iria desenvolver seria capaz n√£o s√≥ de impulsionar ao voto os portugueses que podem estar tentados a virar as costas √† pr√≥xima disputa eleitoral se tudo continuar na mesma, mas tamb√©m mostrar que o encontro de 3 de Junho no Teatro da Trindade foi s√≥ um teste, com potencialidades para se generalizar a outras for√ßas e enterrar uma limita√ß√£o que tem produzido mais custos do que benef√≠cios sociais."

Ver mais
08 DE SETEMBRO DE 2008, SEGUNDA FEIRA
Jorge Nascimento Fernandes
Jos√© Manuel Jara escreveu no Avante um artigo sobre o Bloco de Esquerda, cujo o t√≠tulo parafraseia o c√©lebre livro de √Ālvaro Cunhal ‚ÄúO Radicalismo pequeno burgu√™s de fachada socialista‚ÄĚ. No entanto, erra o alvo confundindo os interesses sect√°rios e isolacionistas do PCP actual, com o combate do PCP dos anos 70 contra uma deriva esquerdista que amea√ßava perigosamente os objectivos nacionais do derrube do fascismo em Portugal. Ler aqui