Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
23 DE NOVEMBRO DE 2008, DOMINGO
FONTE: DN
POR: RITA CARVALHO
Sindicatos tm Proposta de Avaliao para este ano
Para a reunio de sexta-feira com a ministra, a Plataforma Sindical vai levar uma proposta de avaliao para "salvar" o ano lectivo.
No ser um novo modelo mas uma soluo simples, no administrativa e focada na vertente pedaggica que permita aos docentes serem avaliados este ano Na sexta feira, para o encontro com a ministra da Educao, a Plataforma Sindical levar j uma proposta de avaliao para "salvar o ano lectivo".
Ser uma soluo simples, sem questes burocrticas, transitria, focada na vertente cientfico-pedaggica e para aplicar aos professores em vias de progredir na carreira. Proposta que no acolher nenhuma das medidas de simplificao apresentadas pela ministra esta semana, garante ao DN Mrio Nogueira. At porque, sublinha o porta-voz sindical, o modelo do qual o Governo no desiste continua a ser para "rasgar".

"Exclumos qualquer soluo administrativa, como por exemplo, atribuir Bom a todos os professores, e qualquer simplificao do modelo actual", disse Mrio Nogueira. O representante dos sindicatos adianta ainda que a proposta no ser semelhante ao regime simplificado aplicado no ano lectivo anterior.

O presidente da Fenprof no adianta mais pormenores, uma vez que a proposta a apresentar ainda no foi aprovada por todos os sindicatos da plataforma.
Mas diz que no encontro com a ministra sero apresentados os mesmos
pressupostos: a suspenso do actual modelo avaliativo e o relanamento de um processo negocial para discutir outro modelo a aplicar no prximo ano lectivo.

"No defendemos um vazio avaliativo. Esta nossa proposta ser a prova de que os professores querem ser avaliados j este ano. Mas ter de ser de uma forma simples, que no exija a definio de novos instrumentos, uma vez que estamos quase a finalizar o primeiro perodo", disse.

A plataforma est consciente de que o Governo continua a nem sequer pr em causa o modelo em vigor, mas diz que este j deu provas de que no funciona.
As medidas de simplificao apresentadas no passam, na opinio dos sindicatos, de "inevitabilidades". Ou seja, diz Mrio Nogueira, "o Governo limitou-se a constatar os problemas mas no explicou como vai aplicar as medidas que props". Por exemplo: "como vo ser reduzidas as cargas horrias dos avaliadores nesta altura do ano? Como vo professores de outras escolas avaliar colegas da mesma rea cientfica?"

Carlos Chagas, do Sindep, considera que com a proposta a entregar na sexta-feira, poder estar salvo este ano lectivo. Tal como em Abril do ano passado, acrescenta, "o memorando de entendimento assinado entre sindicatos e Governo permitiu salvar o terceiro perodo", disse ao DN.|


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.