Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
16 DE NOVEMBRO DE 2010, TERÇA FEIRA
Glossário da crise: Hegde Funds
Hedge Fund é a denominação que originalmente significava "fundo de cobertura"

Tornou-se mais geral para denominar um tipo de investimentos alternativos (alternativos aos fundos de investimento tradicionais). Deve-se esse conceito a Alfred Winslow Jones (1949), o primeiro a combinar investimentos de curto e longo prazo com fim de realizar uma cobertura da carteira frente a movimentos do mercado. Existe um debate sobre o significado da definição. Algumas características típicas de um Hedge fund são:

1. As suas actividades não estão submetidas ao controle das agências reguladoras;

2. Os relatórios de performance são publicados de acordo com regras estabelecidas pelo fundo, sem intervenção dos reguladores;

3. Permitem-se técnicas de investimentos agressivas usualmente proibidas aos demais fundos: vendas a descoberto, derivados financeiros, alavancagem financeira;

4. Não possuem liquidez diária, não possuem reservas mínimas em cash, podem investir todo o capital disponível e inclusive alavanca-lo;

5. Cobram comissões elevadas em função do capital investido e dos resultados obtidos, muitas vezes o chamado 2/20 (2% dos activos, 20% dos resultados positivos);

6. Só estão tipicamente acessíveis a pessoas com elevado património e/ou rendimento. É normal que um investidor tenha que ter pelo menos 1 milhão de dólares em activos líquidos;

Os Hedge funds normalmente têm um número máximo de participantes. Estas duas últimas regras têm-se esbatido com a proliferação de fundos de Hedge funds.
Em 2006, existiam cerca de 8000 fundos a operar no mundo, gerindo por volta de 1500 bilhões de dólares.

Fonte: Think Finance