Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
24 DE NOVEMBRO DE 2008, SEGUNDA FEIRA
POR: Fernando Almeida Sousa Marques
"Voto Branco Voto Negro..." e "16 dias depois... finalmente... há fumo branco..."
Já com quatro dias de atraso leia mais dois e-mails enviados pelo nosso amigo nos Estados Unidos, Fernando Almeida Sousa Marques, em que, mais uma vez, se descreve com factos concretos como as eleições presidenciais funcionam naquele país.
Novembro 19, 2008 1:23 PM
Voto Branco Voto Negro...

Caros amigos,
Envio um artigo de Nate Silver, o principal responsável por um site chamado 538 (é o número de membros da House of Representatives).
Para consultarem este site cliquem sobre ele.
Há quem considere ter havido dois vencedores na noite de 4 de Novembro: Obama e Nate Silver.
Este último publicou durante toda a campanha análises matemáticas baseadas nas sondagens. Trata-se de uma abordagem científica de dados, feita com rigor e grande capacidade intelectual. Utilizei sempre este trabalho para perceber melhor o que se estava a passar e poder filtrar a informação que vinha chegando. Não o conheço pessoalmente (o que lamento), mas tenho-o visto e ouvido na TV. É um jovem com ar de geniozinho. Bem gostava de trabalhar com a equipa dele ou de, em Portugal, encontrar uma equipa que quisesse fazer um trabalho destes.
As suas previsões foram praticamente exactas.
Este documento que vos envio é muito interessante porque mostra que, nos Estados em que há mais negros, os brancos votam menos nos candidatos democratas (só há dados de Kerry e Obama).
E Obama conseguiu pior do que Kerry, o que significa que o facto dele ser mulato, neste caso o prejudicou ainda mais.
Repare-se também que estamos a falar dos Estados do Sul (Louisiana, Alabama, Mississipi, Arkansas, Georgia), racistas, que mais tempo resistiram à abolição da escravatura e ao reconhecimento dos direitos de negros e mulheres. E onde, durante muito tempo (até aparecerem os Kennedy nas corridas eleitorais) o voto negro ia, tradicionalmente, para o Partido Republicano! A velha história de ver os que mais precisam a votar nos que mais dominam...
Tristezas que existem por esse mundo fora, desde a Madeira a Trás-os-montes...
Um abraço,
fernando

PS: Passam mais de duas semanas sobre o dia de fecho das urnas.
1. Ainda não se sabe quem ganhou Missouri! Provavelmente será McCain (mais uma vez me suporto nas previsões de Nate)! Falta contar mais votos do que a diferença que há entre os dois...
2. Ainda não se sabe qual o Senador do Alaska! Neste momento ainda falta contar milhares de votos! O candidato do Partido Democrático tem mais de 2 mil de vantagem! Nade prevê a sua vitória sobre o velho corrupto... Se tal acontecer, pela primeira vez na história do Alaska (que está para os EUA, como o Jardim da Madeira está para a democracia portuguesa), será a primeira vez que o Alaska elege um senador do Partido Democrático.
3. Em Minnesota continua a recontagem de votos... Diz-se que lá para o Natal se saberá o resultado...
4. Na Georgia haverá novas eleições para o lugar do Senado porque o candidato do Partido Republicano não conseguiu mais de 50% dos votos. Serão no dia 2 de Dezembro. Será que vai haver resultados no dia 3?
5. Há inúmeros Estados em que ainda se contam votos!!! Mas isso não interessa porque os votos que estão para contar são em número inferior à diferença de votos entre primeiro e segundo. É como assistir a uma maratona, declarar o vencedor e dizer que todos os outros ficaram em segundo (ou último, tanto faz). Esta é a cultura americana: segundo ou último é a mesma coisa, ambos perdedores... O que interessa é quem ganha! O que for mais rápido a sacar da pistola e a dar o tiro certeiro... American Way of Life!!!...
...
Aqui vai o que retirei da página do Nade:
For Obama, Will Familiarity Erode Contempt?


Novembro 20, 2008 7:09 PM
16 dias depois... finalmente... há fumo branco...

Caros amigos,
1
Imagine-se que o Presidente da República de Portugal só era sabido 16 dias depois das eleições. Seríamos uma República das Bananas, pelo menos...
2
Falemos agora desta República...
Finalmente, sabe-se a composição do Colégio Eleitoral que elegerá o próximo Presidente dos EUA: 365-173.
Foi reconhecida a vitória a McCain no Estado de Missouri, tendo em conta que os votos que faltava contar são em número inferior à diferença de votos entre os dois principais candidatos. Quanto aos outros candidatos, continua a nada saber-se.
Outro assunto de que se não fala é do processo eleitoral no Estado do Nebraska, que elegeu 4 delegados de McCain e um de Obama. Ainda não sei a razão que leva este Estado a ser diferente de todos os outros. Certamente porque, um dia, assim decidiram. Mas, o que gostaria de saber (e ainda o virei a saber) é a razão porque é assim.
Feitas as contas, Obama terá 365 votos no Colégio Eleitoral e McCain terá 173. Isto é, Obama, que teve 53% dos votos a nível nacional, terá 68% dos votos no Colégio Eleitoral. McCain, que teve 46% dos votos, terá 32% na votação do Colégio Eleitoral. Argumentará muita gente "Isso que interessa... de qualquer forma Obama ganhou..." e é verdade. Pela simples razão que ganhou com margem suficiente para não haver dúvidas.
Mas recordemos 2000. Gore teve mais 500 mil votos do que Bush a nível nacional. E Bush ganhou, porque teve mais votos no Colégio Eleitoral...
3
Fica a questão. Será possível que, um dia, a eleição do Presidente dos EUA seja directa e decidida pelos cidadãos que, de facto, votam?
Será possível haver uma reforma do sistema eleitoral?


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.