Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
31 DE JANEIRO DE 2021, DOMINGO
FONTE: RC
Não ao sectarismo, celebrar os 100 anos do PCP para reforçar a luta!
Nota da Renovação Comunista a propósito do ataque do Avante a Carlos Brito!
Depois da notável entrevista de vida de Carlos Brito à RTP1, o Avante resolveu fazer um ataque ignóbil à figura revolucionária de Carlos Brito e ao seu carácter numa manifestação de doentio sectarismo de quem não consegue debater política e recorre ao golpe rasteiro. Uma vez que este ataque surge nas vésperas da celebração dos 100 anos do PCP, uma data querida de todos os comunistas, estejam ou não no PCP, a Renovação Comunista não podia deixar passar em claro esta provocação e apelar a todos os comunistas e simpatizantes para se empenharem ainda mais no relançamento do ideal comunista e no seu papel enquanto força motriz de transformação.
O ataque a Carlos Brito publicado na edição de 28 de Janeiro com o título Conversa nos Algarves na forma de comentário à entrevista de Carlos Brito à RTP só pode provocar um sentimento de tristeza a todos os comunistas.

O que choca na peça do Avante é vir o ataque do flanco, daqueles que deviam estar ao nosso lado e que dizem partilhar do mesmo ideal de uma terra sem amos.

É uma evidência que os ataques à pessoa e ao caracter de Carlos Brito em nada mancham o seu exemplo singular para história recente do país. Na verdade, mancham tão-só os autores cegos de intolerância que o fizeram. Com isso apenas conseguirão, provisoriamente, diminuir o brilho e a força de atração do ideal comunista face aos milhões de excluídos e das vítimas da crise do capitalismo que assim vão demorar a compreender e a chegar à luta organizada por um mundo melhor. Uma luta que tem necessariamente de atrair todos com largueza e respeito pela diversidade das origens e cultura de todos os que têm com urgência de engrossar a luta.

O texto confirma os erros da atuação sectária do PCP, que se traduzem eleitoralmente num sério declínio.

O que mais impressiona na cegueira do autor do ataque é tê-lo produzido à beira da celebração dos 100 anos da fundação do PCP, uma data que enche de orgulho todos os comunistas estejam ou não filiados no PCP. Em vez de abrir a porta à reunião de todos os comunistas e simpatizantes que justamente veêm a história do PCP como prodigioso ativo histórico na busca da transformação socialista, o Avante, órgão oficial do PCP, decidiu-se pelo caminho oposto. Optou por tentar cortar qualquer diálogo que viesse a ser ensaiado para a reunião de forças e com isso impedir o reforço da corrente comunista. Reforço que é absolutamente necessário para relançar o ideal comunista depois de a doença sectária ter levado o PCP a perdas críticas na sua influência.

Não o vão conseguir e os comunistas vão encontrar o caminho justo para se afirmarem como força motriz da transformação.

Mais cedo do que tarde irá surgir a compreensão para juntar os milhares de comunistas hoje dispersos, quadros preciosos para a luta que é o único caminho para vencer a injustiça.

Celebremos com tolerância e debate político aberto os extraordinários 100 anos do PCP.


A Direção


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.