Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
ACTUALIDADE NACIONAL
Ver mais
31 DE JANEIRO DE 2016, DOMINGO
FONTE: RC
POR: Manuel Oliveira
As presidenciais motivam naturais reflexões à esquerda. Manuel Oliveira avalia os resultados e as dissensões que levaram à vitória do candidato da direita.

Ver mais
19 DE JANEIRO DE 2016, TERÇA FEIRA
FONTE: RC
POR: Carlos Brito
O presidente do Conselho Nacional da Renovação Comunista, Carlos Brito, faz apelo ao voto em Sampaio da Nóvoa de acordo com as posições da Associação nestas presidenciais. E explica porque importa conquistar a segunda volta e sublinha como é Sampaio da Nóvoa quem está em posição de passar e reunir a convergência dos portugueses que desejam um novo tempo.

Ver mais
18 DE JANEIRO DE 2016, SEGUNDA FEIRA
FONTE: RC
POR: Paulo Fidalgo
A campanha de disfarçe de Marcelo Rebelo de Sousa que recusa conotação com o PSD, com Cavaco ou com os anos de auteridade, tem o aroma de um truque que os portugueses mais velhos se lembram quando o outro Marcelo, o Caetano, quis simular uma renovação do fascismo. É por isso admissível fazer a parábola do "Marcelismo do Cavaquismo"

Ver mais
16 DE JANEIRO DE 2016, SÁBADO
FONTE: RC
POR: Cipriano Justo
A publicação do novo volume da biografia de Álvaro Cunhal por Pacheco Pereira dá o pretexto para reflectir no que foi um traço da ação política daquele dirigente comunista: a política de alianças e convergência. Neste caso com incidência nos episódios da Frente Patriótica. A linha de unidade foi sempre a marca mais exigente daquele dirigente comunista, mas também a que frutificou melhor na transformação política. Faz sentido reflectir nessa herança, agora que os comunistas entraram em compromisso parlamentar com PS e o BE e precisam de se habilitar para as dores da gestão das alianças. De resto, muitos haverá na esquerda que são cépticos e provavelmente estarão disponíveis para voltar atrás. Essa relutância dificilmente joga com a grande herança unitária do PCP.