Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
20 DE OUTUBRO DE 2013, DOMINGO
Editorial da NewsLetter de Novembro de 2013
Com o orçamento de Estado para 2014, os portugueses vão dentro em breve tomar conhecimento em toda a sua extensão do terceiro programa de austeridade. O lema do governo parece ser “quem aguenta dois, aguenta três”. Incidindo sobretudo sobre os funcionários públicos, os reformados e pensionistas, as medidas que foram sendo anunciadas irão não só deteriorar ainda mais as condições de vida destas camadas da população, mas irão inviabilizar irreversivelmente muitos apoios a quem foi sobrevivendo no desemprego com os apoios destes seus familiares.
Apesar da derrota inquestionável que sofreu nas eleições de 29 de Setembro, a direita vai querer executar um orçamento para o qual perdeu naquele dia a legitimidade política para o fazer. Não é a circunstância de ter o apoio dos credores internacionais, do Presidente da República e da maioria dos deputados que lhe garante as condições para destruir o que ainda resta do tecido social. Há sempre uma altura na vida dos povos em que a humilhação se torna insuportável e quando isso acontece não há memorando de entendimento nem programa de ajustamento suficientes para conter a ira que foi sendo contida.

É verdade que o processo de discussão e o sistema que irá regular a versão final do orçamento de Estado só agora iniciou os seus trabalhos. Contudo, os portugueses devem estar cientes que aqueles só representam uma parte das forças que estão em condições para derrotar mais uma afronta. Formalmente são as que a Constituição consagra. Mas será a mobilização popular a ditar a última palavra. Será com ela que este orçamento pode ser derrotado e com ele o governo de Passos Coelho e Paulo Portas.


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.